NARRATIVAS TRANSMÍDIA E FORMAÇÃO DE UM LEITOR IMERSIVO: UMA ANÁLISE DE OS FAMOSOS E OS DUENDES DA MORTE, DE ISMAEL CANEPPELE

Samantha BORGES

Resumo


O artigo tem como objetivo o debate teórico sobre as relações cada vez mais acentuadas entre literatura e mídias, com base na análise do livro Os famosos e os duendes da morte, de Ismael Caneppele. Para isso, parte-se de duas perspectivas teóricas. A primeira refere-se à categorização do leitor ao longo do tempo, tomando assim a ideia de leitor imersivo, proposta por Lucia Santaella e contextualizada com o apoio de Roger Chartier. E a segunda perspectiva relaciona-se a narrativas transmídia, de Henry Jenkins, com aprofundamento da discussão sobre questões referentes ao estatuto teórico da transmidialidade. Neste ponto se faz necessário o auxílio de autores como Christy Dena, Carlos Alberto Scolari e Ana Domingos. Como metodologia, se desenvolve o método comparativo, com análise de elementos da história que levam à transição da narrativa por diferentes mídias, especialmente alguns de seus personagens. Observa-se, também, a proposta inovadora que apresenta no texto literário conversas de sites da internet e links para vídeos do Youtube, que complementam a narrativa e a leitura possível por parte do leitor/espectador. Conclui-se que em um movimento entre diferentes suportes e linguagens, baseado na simultaneidade e na interatividade, a narrativa estimula a construção do perfil de um leitor imersivo/virtual, o qual circula com desenvoltura pelo universo transmidiático atual.

ABSTRACT 

The article has as objective the theoretical debate about the relationships more and more accentuated between literature and Medias, with base in the analysis of the book Os famosos e os duendes da morte, of Ismael Caneppele. For that, is based on two theoretical perspectives. The first refers to the reader's categorization along the time, taking like this the idea of immersive reader, proposed by Lúcia Santaella and contextualized with Roger Chartier's support. And the second perspective relates to transmedia storytelling, of Henry Jenkins, with deepening of the discussion on subjects regarding the theoretical statute of the transmidiality. In this point it is done necessary the authors' aid as Christy Dena, Carlos Alberto Scolari and Ana Domingos. As methodology, develops the comparative method, with analysis of elements of the history that they take to the transition of the narrative for different Medias, especially some of their characters. It is observed, also, the innovative proposal that presents in the text literary conversations of sites of the internet and links for videos of Youtube, that complement the narrative and the possible reading on the part of the reader/spectator. It is ended that in a movement between different supports and languages, based on the simultaneity and in the interactivity, the narrative stimulates the construction of the profile of a reader immersive/virtual, which circulates with self-confidence for the universe current transmedia..

Keywords: Literature. Medias. Immersive reader. Transmedia storytelling.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

  


CONFIRA O ÍNDICE DE CITAÇÕES AQUI


INDEXADORES:

 

ERIHPLUS

LATINDEX 

REDIB 

PERIÓDICOS DE MINAS 

HEIDI

ESJI

SUMARIOS.ORG

PERIÓDICOS CAPES

LIVRE

SHERPA ROMEO

DIADORIM

BIBLIOTEKSYSTEM UNIVERSITÄT HAMBURG

ICAP

 

BUSCADORES:

MIAR

ELEKTRONIK ZEITSCHRIFT

WORLDCAT

GOOGLE SCHOLAR