AS VÁRIAS FACES DO AMOR: A EXORTAÇÃO DA VOZ NA PALAVRA POÉTICA DE WARSAN SHIRE, SAFIA ELHILLO E UPILE CHISALA

Élen Rodrigues GONÇALVES, Bárbara Inês Ribeiro Simões DAIBERT

Resumo


A primeira observação relativa à escrita literária relaciona-se ao próprio ato físico de escrever, condicionado a uma tensão corpórea que só é aliviada, acabada, quando a escrita é terminada. Esta, em si, liga-se profundamente a uma conjuntura histórica, visto que não é atemporal, tampouco impessoal (SPILLERS, 2015, p. 58). Soma-se a isso o fato de que o escritor, ao conceber noções de pertencimento em meio à sociedade que o cerca, não pode isolar-se de tudo o que, de alguma forma, o sensibiliza. Considerando, portanto, que homem e sociedade coadunam-se sobremaneira, analisamos atentamente a escrita poética de Warsan Shire (Quênia), Upile Chisala (Maláui) e Safia Elhillo (Sudão), que está demasiadamente associada às suas vivências pessoais, bem como ao passado histórico de seus países de origem e às heranças culturais de seus antepassados, uma vez que a própria escrita carrega em si uma carga de urgência assaz relacionada ao momento sócio-político-cultural da sociedade contemporânea. A nossa preocupação neste trabalho é articular as experiências vividas pelas três poetas, cujas histórias são delicadamente retratadas, recontadas, ou mesmo transformadas, em seus textos poéticos, a fim de refletir sobre como elas preenchem o vazio deixado pela ausência de mulheres negras em variados espaços na sociedade.

 Palavras-chave: Warsan Shire. Upile Chisala. Safia Elhillo. Escritas de gênero. Poéticas africanas diaspóricas.


 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

  


CONFIRA O ÍNDICE DE CITAÇÕES AQUI


INDEXADORES:

 

ERIHPLUS

LATINDEX 

REDIB 

PERIÓDICOS DE MINAS 

HEIDI

ESJI

SUMARIOS.ORG

PERIÓDICOS CAPES

LIVRE

SHERPA ROMEO

DIADORIM

BIBLIOTEKSYSTEM UNIVERSITÄT HAMBURG

ICAP

 

BUSCADORES:

MIAR

ELEKTRONIK ZEITSCHRIFT

WORLDCAT

GOOGLE SCHOLAR